ACESSE

Senadores questionam contrato de aluguel de R$ 2,3 milhões do consórcio comandado por Rui Costa

Telegram

Os senadores Styvenson Valentim (Podemos), Eduardo Girão (Podemos) e Rodrigo Cunha (PDSB) enviaram um ofício ao governador da Bahia, Rui Costa (PT), cobrando informações sobre um contrato de aluguel milionário firmado pelo tal Consórcio Nordeste.

Trata-se do contrato da locação de um imóvel em Brasília, em novembro do ano passado, pelo prazo de 60 meses, no total de R$ 2,3 milhões. O imóvel pertence à empresa de Paulo Octavio, ex-senador e ex-vice-governador do Distrito Federal.

No ofício ao qual O Antagonista teve acesso, os parlamentares querem saber, por exemplo, “os motivos que levaram à contratação do imóvel e quais as atividades que nele são e serão desenvolvidas, com o descritivo da frequência de cada uma delas”.

Os senadores também pedem os detalhes dos gastos do consórcio com o imóvel e a origem da receita que cobre as despesas assumidas.

“Em respeito ao patrimônio público dos estados que compõem esse consórcio”, dizem os autores do ofício — leia aqui a íntegra.

Outros pedidos já enviados pelo trio de senadores a Rui Costa foram ignorados até aqui. O espaço está aberto para as explicações do governador.

Leia mais: A guinada de Bolsonaro para ficar no poder

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 9 comentários