Separados na carceragem

A PF separou Marcelo Odebrecht e Antonio Palocci.

“Embora estejam presos na mesma carceragem”, disse a Folha de S. Paulo, “os dois foram colocados em alas diferentes, em que não podem ter qualquer tipo de comunicação ou contato”.

O italiano, que não é o italiano, está preso com seus operadores JD, que não é JD, e Brani, que não é Brani.

Marcelo Odebrecht está em melhor companhia com os delatores Alberto Youssef, que é Alberto Youssef, e Pedro Corrêa, que é Pedro Corrêa.

Faça o primeiro comentário