ACESSE

Sérgio Cabral se torna réu pela 26ª vez

Telegram

Sérgio Cabral se tornou réu pela 26ª vez –o ex-governador do Rio agora é acusado de lavagem de dinheiro através de uma rede de restaurantes japoneses chamada Manekineko, relata a Agência Brasil.

Além de Cabral, foram denunciados pelo MPF, a mulher dele, Adriana Ancelmo, Thiago de Aragão Gonçalves Pereira e Silva e Ítalo Garritano Barros.

Ao aceitar a denúncia, Marcelo Bretas escreveu que o crime de lavagem de dinheiro foi verificado em 16 oportunidades distintas –o grupo teria dissimulado origem, natureza, movimentação e propriedade de pelo menos R$ 3,1 milhões.

O Antagonista acha que já é o caso de perguntar qual crime Sérgio Cabral NÃO cometeu.

Você precisa entender o governo Bolsonaro. Mas não conte com a grande imprensa. Leia AQUI

Comentários

  • Roberto -

    Esse bandido FDP já devolveu tudo que roubou? Além de apodrecer na prisão, tem que ficar na miséria.

  • Ruiter -

    Sergio, tenha dignidade nessa sua cara e abre o jogo de uma vez, cara. Peça proteção na Suíça ou Suécia. Tem mais gente nessa jogada aí, véio. Tu tá levando a trolha no rabo sozinho.

  • José -

    Isso é motivo de muita alegria

Ler 25 comentários