Sergio Moro explica que o crime deturpou a democracia

O juiz Sergio Moro, no decreto de prisão de José Carlos Bumlai, disse que “o mundo da política e o do crime não deveriam jamais se misturar”.

O contrato de 1,6 bilhão de reais do navio-sonda Vitoria 10.000, porém, só foi obtido pelo Grupo Schahin “mediante vantagem indevida concedida aos dirigentes da Petrobras, a João Carlos Bumlai e ao Partido dos Trabalhadores”.

Mais grave ainda:

“O destinatário final da vantagem teria sido, segundo os colaboradores, o Partido dos Trabalhadores, com afetação do processo político democrático”.

Faça o primeiro comentário