Sergio Moro "não entrou no governo para ser subserviente"

Sergio Moro “não entrou no governo para ser subserviente”
Foto: Adriano Machado/Crusoé

Rosangela Moro disse a Pedro Bial que, em agosto de 2019, intuiu que seu marido seria guilhotinado por Jair Bolsonaro:

“Quando o presidente começou a falar de trocar o diretor da polícia, e daí veio aquele modus operandi de ‘vou fritar um ministro’, aquilo doeu. Porque todas às vezes que a gente via uma fala mais agressiva, em um tom que diminui a cordialidade, vinha que era contra a Lava Jato.”

Ela disse também que Sergio Moro “não entrou no governo para ser subserviente.”

Leia mais: A revista que fiscaliza TODOS os poderes e conta com os melhores colunistas do Brasil.
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 84 comentários
TOPO