Serra insiste no parlamentarismo

José Serra foi ao IDP, de Gilmar Mendes, e voltou a insistir na adoção do parlamentarismo. “Eu trabalho com a ideia de que possamos implantá-lo a partir de 2022”, disse, segundo o relato da Folha.

O senador diz estar convencido de que o modelo, rejeitado em dois plebiscitos (1963 e 1993), é superior ao atual presidencialismo de coalizão, que para Serra é ineficiente e está esgotado.

O Antagonista aproveita para remeter ao leitor ao que o site já escreveu sobre parlamentarismo no Brasil.

 

 

Comentários

  • Marcos -

    Serra está num mundo, daquele tempo, no qual dizer-se de esquerda era bacana. Vem com essa lenga lenga de parlamentarismo de um tempo que nunca foi ou será! Como tucano é cabeça dura! Não evoluem. Típico de gente estacionária, que não é desses tempos de mudanças: Mudanças à Direita.

  • Marcos -

    Olhe no que deu a Nova República: Cria do PMDB, PSDB incluso.Mais um desastre socialista. Serra pensa que o Traje faz o Rei, esquece que o Rei Está Nu, apresentando graves regiões necrosadas em seu corpo decadente.

  • Valéria -

    Continuaremos sendo uma cleptocracia se os mosquitos e leis não mudarem. Gilmar Mendes deveria largar a toga e fazer companhia para seus comparsas políticos.

Ler 62 comentários