Servidor diz que repassava parte do salário à mulher de Ciro Nogueira

Um servidor do gabinete do deputado distrital Cristiano Araújo (PSD) afirmou à PF, em depoimento, que repassava parte do salário à deputada federal Iracema Portella, informa o G1.

O caso veio à tona depois da operação de busca e apreensão na casa de Ciro Nogueira –senador, presidente do PP e marido de Iracema Portella.

O servidor Rogério Cavalheiro disse que o repasse tinha sido acertado “desde a oferta do cargo pela deputada Iracema”. Pelo combinado, ele ficava com R$ 4.000 mensais e entregava todo o restante à deputada do PP piauiense.

Cavalheiro disse desconhecer a ilegalidade da prática. A assessoria de Cristiano Araújo negou que ele tivesse conhecimento dos repasses. O G1 não conseguiu contato com Iracema.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 19 comentários
  1. Com varias verbas pagas por fora.

    Muitos comissionados recebem do parlamentar o salário e não do órgão.

    Muitas verbas de representação, de atividade parlamentar são para mera promoção pessoal…. para se reeleger…..

    Políticos ainda têm quase 2bi de fundo partidário….

    Temos que rever tudo…

  2. • A VADIA do QUADRILHEIRO do PP é SORTUDA
    ••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••
    • O FDP SÓ PASSA e REPASSA em MIM
    • A BOLSA COLETORA de URINA
    ••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••

  3. Se passar um pente fino na folha de pagamento das assembleias legislativas dos estados e no Congresso Nacional, será constatado irregularidades e ilegalidades de todos os gêneros: funcionários fantasmas e laranjas, partilha de salários, etc. O gabinete de Bolsonaro tem os seus.

    1. O triste é que ele fez um papel horrível, estranhando FACHIN e defendendo a corja que abre portas da cadeia, desrespeitando a tima votação do Supremo sobre prisão em segunda instância!!!! E se não houve nenhum fato novo, por certo a matéria não tem de ser votada. Conveniência pra bandido????