Silêncio de Lira é a prova de que está fulo da vida com Bolsonaro

Silêncio de Lira é a prova de que está fulo da vida com Bolsonaro
Foto: Alan Santos/PR

Arthur Lira fez um esforço enorme no domingo para tentar emplacar a médica Ludhmila Hajjar no Ministério da Saúde.

Quando Jair Bolsonaro topou receber a cardiologista no Palácio da Alvorada naquela tarde, Lira e todo o seu entorno tinham certeza de que a sugestão do nome dela seria acatada — todos esses bastidores informamos ontem.

Hoje, a verdade é que o presidente da Câmara ainda está fulo da vida com Bolsonaro.

É só observar o silêncio dele. Ele está fulo, mas acredito que daqui a pouco passa”, disse um correligionário de Lira. Ele está visivelmente chateado, mas acho que nada demais”, endossou outro deputado do partido.

Lira, que vinha em um ritmo frenético de publicações no Twitter, não escreveu mais nada depois das mensagens em que praticamente tratava Ludhmila como ministra.

O Antagonista apurou que o presidente nacional do PP, senador Ciro Nogueira, precisou acalmar seu pupilo na Câmara nos últimos dias. Apesar das declarações no sentido de que “tudo vai ficar bem”, vale lembrar o que disse a este site um deputado próximo de Lira ainda durante a campanha para a eleição na Casa: “Quando Bolsonaro achar que pode dar grito em Lira, vai se dar mal”.

Leia mais: Assine a Crusoé, a revista que não tem medo de apontar os verdadeiros culpados pelas mazelas brasileiras.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO