Sim, eles continuam fazendo cálculos políticos

Sim, eles continuam fazendo cálculos políticos
Foto: Adriano Machado/Crusoé

A situação de Manaus, que choca novamente todos nós, assusta, como dissemos há pouco, mas não sensibiliza deputados e senadores concentrados na disputa pelo comando do Congresso.

A discussão sobre o retorno imediato ou não das atividades parlamentares não leva em conta somente a necessidade de o Parlamento contribuir com o governo federal em um momento dramático da pandemia.

De um lado e de outro nas disputas pelas presidências da Câmara e do Senado, os cálculos feitos são no sentido de avaliar se o eventual retorno presencial antes do início de fevereiro favoreceria um ou outro candidato.

Neste momento, o sentimento predominante é o de que a volta do Congresso agora poderia enfraquecer os candidatos oficiais do governo de Jair Bolsonaro, portanto, Arthur Lira, na Câmara, e Rodrigo Pacheco, no Senado.

Sim, eles continuam fazendo cálculos políticos.

Aproveite e leia aqui a reportagem de capa da nova edição da Crusoé; assine a revista e apoie o jornalismo independente.

Leia mais: Assine a Crusoé, a revista que não tem medo de apontar os verdadeiros culpados pelas mazelas brasileiras.
Mais notícias
TOPO