Simone Tebet desiste de disputar o governo

Simone Tebet desistiu de concorrer ao governo do Mato Grosso do Sul.

Oficialmente, a senadora — com mandato garantido até 2022 — disse a aliados que quer mais tempo para as filhas.

Porém, o real motivo é que Simone se recusou a ter que substituir o ex-governador André Puccinelli, que está preso por corrupção.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. Giusti disse:

    Ruim p/o MS mas bom p/o Brasil. É uma excelente senadora.

Ler comentários
  1. Cabo Julião disse:

    Que nada! Sabia que levaria uma surra do Juiz Odilon.

  2. MELHOR PARA O BRASIL disse:

    Sou seu fâ paulistano Simone. Você no Senado (para você é com letra maiúscula) defende os interesses do país todo, e no MS defenderia só do seu Estado. Torci muito prá você e Amélia quando do impeach

  3. Aderval disse:

    Recusou tirar o criminoso da chapa, Tebet? É mais uma que me decepciona.... estava indo tão bem !

  4. Rafael Augusto Brun de Moraes disse:

    É a Intervenção Cívico Militar chegando, não teremos eleições, Bozonaretes.

  5. Eleitor Brasileiro disse:

    ... Tamez Tebet desde 1975 na política, afilhado de José Sarney. Com seu falecimento em 2006 entra em cena Simone Tebet, sua filha. Provavelmente vai até 2050 e passará a cadeira para o netinho Tebet

  6. magno disse:

    Essa sim, seria a vice ideal para o Bolsonaro

  7. Tinto disse:

    pois é, com esse povo bocó, os bons ficam sem retaguarda e... pulam fora! acorda povinho!

  8. Jureg disse:

    "Ain a justisa só prende jente du petê"

  9. Eleitor Brasileiro disse:

    Mulher de Ramez Tebet?? Minha nossa, pra onde olho tem uma dinastia familiar .... acho que no Brasil já se nasce com título familiar de uma cadeira no Senado ... quem é essa mulher além do sobrenome?

    1. Filha, não mulher. Herdeira de sangue como na Monarquia ou no Comunismo.

  10. vingador do povo brasileiro disse:

    Geraldo ORCRIM ORCRIMin, Geraldo temer ORCRIMin, Geraldo Aécio ORCRIMin, Geraldo PCC ORCRIMin, Geraldo Lulalau ORCRIMin, Geraldo Centrão da corrupção ORCRIMin, Geraldo Paulo Preto ORCRIMin, Geraldo

  11. Não Reeleja Ninguém disse:

    Programa Pânico: youtu.be/_AImYD1hBm0