Simone Tebet muda de tom e ataca diretamente Bolsonaro

Simone Tebet muda de tom e ataca diretamente Bolsonaro
Fonte: Moreira Mariz/Agência Senado

​A campanha de Simone Tebet à presidência do Senado mudou o discurso em relação a Jair Bolsonaro —que apoia Rodrigo Pacheco, do DEM, rival da emedebista— e passou a atacar diretamente o presidente, registra a Folha.

Em nota divulgada nesta terça (19), a equipe de Simone afirma que Bolsonaro perdeu a guerra das vacinas, fala em seus “arroubos autoritários e machistas” e diz que os candidatos do MDB à presidência da Câmara e do Senado ganham votos a “cada vez que ele abre a boca”.

Antes, a senadora afirmava buscar uma “independência harmônica” em relação ao Planalto e dizia que poderia “ajudar o governo nas pautas prioritárias do país”.

Segundo o jornal paulistano, um dos estopins para a mudança de postura teria sido uma ofensiva do Planalto para tentar rachar a bancada do MDB e provocar a desistência de Simone. Com isso, ela alinhou o discurso ao de Baleia Rossi, o candidato da sigla à chefia da Câmara.

 

Leia mais: Leia na Crusoé como o governo corre para garantir as vacinas necessárias para imunizar a população no começo de 2021.
Mais notícias
TOPO