Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Sistema único com dados criminais deve custar R$ 90 milhões

Pode ser aprovado ainda nesta semana um projeto que vai reunir todas as informações criminais do país em um sistema único, diz a Folha.

O projeto, elaborado pelo Ministério da Justiça em parceria com a Polícia Federal, tem o objetivo de interligar os atuais 27 bancos de dados dos estados e do Distrito Federal — que não se comunicam.

A proposta deve custar cerca de R$ 90 milhões e será paga pelo Fundo Nacional de Segurança Pública.

Hoje, a PF conta com uma base com cerca de 23 milhões de pessoas cadastradas (o sistema engloba dados como crimes, passaportes e registro de armas, por exemplo). O novo sistema permitiria uma base de 200 milhões de pessoas — praticamente toda a população brasileira.

A expectativa é a de que, na quinta-feira, o conselho gestor do Fundo Nacional de Segurança Pública aprove a proposta. Em seguida, o projeto segue para a análise final do ministro da Justiça, André Mendonça.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO