Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Site da prefeitura de Belo Horizonte é hackeado

Autores de invasão criticam o prefeito Alexandre Kalil pelas medidas de isolamento impostas na capital mineira
Site da prefeitura de Belo Horizonte é hackeado
Crédito: Reprodução

O site da prefeitura de Belo Horizonte foi hackeado hoje. O portal está fora do ar por causa de uma invasão promovida pelos hackers Sanninja & Tak3, que criticam o prefeito da capital mineira, Alexandre Kalil (PSD), pelas medida de isolamento social impostas na cidade.

Os hackers incluíram a seguinte mensagem no site da prefeitura de BH:

“O mineiro teme o macaco paulista, São Paulo é meu país. Prefeito Kalil, todas as suas ações como gestor de uma das maiores capitais brasileiras serviram para o fim de manter burocracias e destruir a economia. Os empresários de Belo Horizonte te amaldiçoam. Fechar os comércios não faz de você um salvador de vidas, mas um parasita que tira a comida de todos que dependem do próprio trabalho e não da política.”

Procurada por O Antagonista, a prefeitura de Belo Horizonte disse que “nenhum dado foi perdido ou vazado”. “Em breve, o portal estará funcionando normalmente”, complementou.

Crédito: Reprodução
Leia a íntegra da nota da prefeitura:

“A Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Prodabel [estatal municipal de informática], informa que houve, novamente, um incidente com alteração de conteúdo de uma página no portal da PBH. Como aconteceu anteriormente, nenhum dado foi perdido ou vazado, tendo ficado poucos minutos no ar. Em breve, o portal estará funcionando normalmente.  
Ressaltamos que um representante da área de segurança da Prodabel esteve agora à tarde na delegacia de Crimes Cibernéticos registrando a ocorrência sobre o incidente de ontem, e será feito um novo boletim sobre o ataque de hoje (09). Foi entregue um relatório preliminar de 26 páginas sobre as páginas do portal afetadas, informando também o que foi postado nas mesmas.
A equipe técnica da Prodabel continua levantando dados que possam auxiliar na identificação dos possíveis autores para ajudar na investigação da Polícia Civil.”

Leia mais: Assine a Crusoé, a publicação que fiscaliza TODOS os poderes da República.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO