"Só continuo no partido se o Bolsonaro voltar a tomar conta do PSL"

O deputado Bibo Nunes disse a O Antagonista ser “insustentável” sua permanência no PSL.

“Assim como a de outros deputados, de uns 30, uns 40 deputados”, emendou

Nunes, que entrou em rota de colisão com Luciano Bivar, presidente da legenda, acrescentou que vai conversar sobre o assunto com Jair Bolsonaro na semana que vem.

“Só continuo no partido se o Bolsonaro voltar a tomar conta do PSL, como foi durante a eleição. Quando acabou a eleição, o Bivar pegou o partido de volta. A maioria quer sair do partido.”

Se não vingarem as propostas para permitir a troca de partido antes da janela partidária, às vésperas das eleições de 2022, Nunes tentará deixar a legenda alegando “perseguição” — ele foi sacado da vice-liderança, das comissões e até dos grupos de WhatsApp.

Comentários

  • Marcelo -

    Aí, o Johnny Bravo vai ficando manso e daí, se der debandada do PSL não tem do que reclamar, parece que o homem está cada dia mais longe da verdade e longe de nós, o seu eleitorado!

  • Giusti -

    Não gosto d pessoas q, em situações d crise, olham apenas o próprio umbigo e criam problemas paralelos para não terem d participar da solução dos problemas reais e prioritários. Só atrapalha.

  • Arthur -

    PSL - Não digo Falas, digo Atitudes, está mostrando-se contrário à vontade da população de Bem/ Apoiadores do PR Bolsonaro!! Passando da hora de tirar esses Mascarados Infiltrados no Partido!!

Ler 13 comentários