Só mais um registro sobre o “homem da mala”

Zeno Minuzzo, que foi assessor de Paulo Bernardo e André Vargas, foi nomeado em fevereiro de 2011 para o gabinete de Gleisi Hoffmann no Senado. Mas nunca tomou posse. Em abril daquele ano, sua nomeação acabou revogada.

Minuzzo teve protagonismo na campanha de Gleisi para o Senado em 2010 e para o governo do Paraná, no ano passado. Ele administrava o escritório político da petista no Shopping Itália.