Sobrou para Dyogo Oliveira

Kátia Abreu classificou como “um escárnio, uma chanchada” que o atual ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, tenha ajudado na elaboração dos decretos de abertura crédito suplementar e “continue aí”.

Ela insinuou que Dyogo fez o que fez já pensando que isso resultaria no impeachment de Dilma.

Kátia é a Marilena Chauí do agronegócio.

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200