Deputado sócio de Del Nero será investigado

Rodrigo Janot pediu ao STF abertura de inquérito contra o deputado Vicente Cândido, suspeito de tentar corromper um conselheiro da Anatel para livrar a companhia Oi de multas aplicadas pela agência.

A oferta teria sido feita por Cândido a Marcelo Bechara no gabinete do parlamentar.

No pedido de inquérito, Janot diz que o petista, ao ser questionado pela PGR, confessou explicitamente o uso de sua condição de agente político para defender “interesses pecuniários da empresa Oi Móvel S/A perante a Anatel”, o que indica a prática de crime de advocacia administrativa.

O Antagonista conhece bem o personagem e sabe que se o STF puxar essa pena vai descobrir um galinheiro inteiro. E sugere que o ministro Luiz Fux, relator do caso, comece pedindo a quebra do sigilo bancário do escritório de advocacia de Cândido em sociedade com Marco Polo Del Nero.

Uma busca e apreensão também resolve.