Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Sócio de empresa com caminhões em ato pró-Bolsonaro é diretor da Aprosoja

Entidade de produtores de soja é investigada por suposto financiamento dos atos antidemocráticos de 7 de Setembro, que tiveram o STF como alvo principal
Sócio de empresa com caminhões em ato pró-Bolsonaro é diretor da Aprosoja
Foto: Cedê Silva/O Antagonista

O sócio de uma das empresas que levou caminhões às ruas da Esplanada dos Ministérios, em Brasília, nos atos em favor de Jair Bolsonaro no 7 de Setembro é um dos diretores da Aprosoja, informa O Globo.

A entidade de produtores de soja é investigada pelo suposto financiamento das manifestações antidemocráticas do Dia da Independência, que tiveram o STF como alvo principal.

Em 4 de setembro, Alexandre de Moraes determinou o bloqueio das contas bancárias da Aprosoja-MT e da Aprosoja Brasil para evitar apoio financeiro aos atos antidemocráticos. O ministro do STF também ordenou busca e apreensão na entidade e proibiu que seu presidente, Antonio Galvan, se aproximasse da praça dos Três Poderes ontem.

Segundo o jornal carioca, José Fava Neto é diretor regional da Aprosoja em Goiás e um dos sócios da empresa Agrofava, gigante do setor de importação e exportação de soja e sementes.

Parte dos caminhões na manifestação em Brasília tinham adesivos do Movimento Brasil Verde-Amarelo, grupo financiado pela Aprosoja, e da própria empresa que Fava administra.

Em nota após o bloqueio de contas determinado por Moraes, a entidade de produtores de soja alegou “jamais” ter financiado, apoiado ou convocado “a população para atos criminosos e violentos”.

Mais notícias
TOPO