Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Sócio de faculdade, Gilmar vota contra desconto geral em mensalidade de faculdades

STF discutiu nesta semana a constitucionalidade de decisões judiciais que determinaram descontos lineares em mensalidades, devido à pandemia de Covid
Sócio de faculdade, Gilmar vota contra desconto geral em mensalidade de faculdades
Foto: Pedro França/Agência Senado

Embora seja sócio de uma faculdade, Gilmar Mendes participou do julgamento em que o STF discutiu a constitucionalidade de decisões judiciais que determinaram descontos lineares em mensalidades de faculdades devido à pandemia de Covid.

O ministro do STF integra o quadro societário do IDP (Instituto Brasileiro de Ensino, Desenvolvimento e Pesquisa) ao lado do filho, Francisco Schertel Ferreira Mendes.

Como publicamos mais cedo, a corte discutiu o tema na quarta (17) e nesta quinta (18). Gilmar votou para declarar inconstitucionais as intepretações judiciais que, sem análise da aplicação das normas de defesa do consumidor, determinam a concessão de descontos compulsórios. A posição do ministro venceu por 9 votos a 1.

LEIA MAIS na Crusoé; assine a revista e apoie o jornalismo independente.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO