SÓCIO DE LULINHA SE ENROLA

Em seu depoimento à Polícia Federal, Fernando Bittar assumiu a compra de metade do sítio de Atibaia, mas não explicou como adquiriu a parte mais cara, pagando o valor da mais barata – como atesta laudo da PF.

Bittar também admitiu ter feito benfeitorias no sítio, mas disse não ter qualquer relação com as obras da OAS no triplex do Guarujá. Não sabe sequer o endereço do edifício, embora seu nome conste do projeto da cozinha aprovado e de emails trocados com a empreiteira.

Não se preocupe, querido. Léo Pinheiro já explicou tudo à Lava Jato.

Faça o primeiro comentário