Somos uma vergonha mundial

Por causa da zika, o Comitê Olímpico americano liberou os atletas que não quiserem participar dos Jogos Olímpicos do Cocô. Em resposta, o governo brasileiro repetiu a ladainha de que, em agosto, é “baixa a circulação do mosquito Aedes aegypti” e que os riscos de contágio são “mínimos”.

Não importa: já somos uma vergonha mundial.