Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

SP multa MBL, Ciro, Amoêdo e outros por não usarem máscaras em manifestação

Ao todo, dez autoridades presentes ao ato deste domingo (12) na Paulista foram autuadas; elas podem recorrer da multa de R$ 552,71, diz vigilância sanitária
SP multa MBL, Ciro, Amoêdo e outros por não usarem máscaras em manifestação
Foto: Renan Porto/O Antagonista

O governo de São Paulo multou membros do MBL, Ciro Gomes, João Amoêdo e outros políticos que participaram, neste domingo (12), da manifestação na avenida Paulista pelo impeachment de Jair Bolsonaro, informa o Painel da Folha.

Eles foram autuados por contrariarem a lei que determina o uso de máscaras para evitar a disseminação da Covid durante a pandemia no Brasil. O ato contou com a presença de João Doria, que apareceu de máscara.

Além do pedetista, do fundador do Novo e do coordenador do MBL Renan Santos, sete políticos foram multados: o senador Alessandro Vieira, os deputados federais Marcelo Ramos, Joice Hasselmann e Júnior Bozzella e os deputados estaduais Arthur do Val, Heni Ozi Cukier e Isa Penna.

A multa é de R$ 552,71 por pessoa. “Como ocorre com toda autuação, os interessados podem apresentar recurso. O auto de infração será encaminhado para todos via Correios e descreve as normas previstas na legislação”, disse o Centro de Vigilância Sanitária em nota.

Mais notícias
TOPO