ACESSE

Stédile convoca esquerda a defender a ditadura de Maduro

Telegram

João Pedro Stédile, líder do MST, convocou, em carta aberta, “os movimentos populares e partidos de esquerda a defender o povo da Venezuela e o processo bolivariano”.

Ele diz que é preciso ficar do lado oposto ao “do império e de seus aliados mercenários”.

“No fundo, a disputa não é pelo governo [Nicolás] Maduro, a disputa é pela renda petroleira, que durante todo século 20 foi apropriada indevidamente pelas empresas estadunidenses e por uma minoria de oligarcas venezuelanos, que viviam como marajás. E isso acabou.”

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 131 comentários