STF arquiva notícia-crime contra Bolsonaro por demora na compra da Sputnik

STF arquiva notícia-crime contra Bolsonaro por demora na compra da Sputnik
Foto: Sputnik/Assessoria de imprensa do RFPI

Por unanimidade, a Primeira Turma do STF rejeitou uma notícia-crime em que um professor pedia a investigação de Jair Bolsonaro pela prática do crime de prevaricação em razão da demora na compra da vacina russa Sputnik V.

O governo federal anunciou a compra da Sputnik V só em 12 de março, após a veiculação da informação de que o consórcio de governadores do Nordeste havia negociado a aquisição de 37 milhões de doses da vacina. O imunizante ainda não pode ser aplicado no Brasil, pois não obteve aval da Anvisa.

LEIA AQUI a reportagem de Ana Viriato na Crusoé; assine a revista e apoie o jornalismo independente.

Leia mais: Assine a Crusoé, a publicação que fiscaliza TODOS os poderes da República.
Mais notícias
TOPO