STF contra Cunha e contra Lula

Os defensores de Eduardo Cunha se rebelaram dizendo que o STF atropelou o Legislativo.

Sim, atropelou.

Da mesma maneira que, dois meses atrás, o STF atropelou o Executivo, impedindo que Lula se tornasse ministro da Casa Civil e se livrasse da Lava Jato.

O Antagonista comemora a decisão de Teori Zavascki de suspender o mandato de Eduardo Cunha assim como comemorou a decisão de Gilmar Mendes de impedir a posse de Lula.

O STF não pode tolerar que um cargo no Legislativo ou no Executivo “sirva de anteparo para a frustração da jurisdição penal”, como disse Teori Zavascki.

O que vale para Eduardo Cunha vale também para Lula e Dilma Rousseff.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO