ACESSE

STF: CUNHA CONTINUARÁ PRESO

Telegram

Edson Fachin e Dias Toffoli votaram para manter Eduardo Cunha preso.

Como hoje só há três ministros na Segunda Turma do STF (Celso de Mello e Ricardo Lewandowski estão ausentes), o pedido de liberdade apresentado pela defesa do deputado cassado está rejeitado, independentemente do voto de Gilmar Mendes.

Toffoli — que antes, assim como Gilmar, votou para acolher o HC, embora o vice-PGR e Fachin tivessem indicado “problemas processuais” no pedido — disse em seu voto que Cunha já foi condenado em primeira e segunda instâncias.

“Se concedermos essa ordem, Cunha não vai se livrar solto porque há outras prisões preventivas. Naqueles outros casos, os pacientes livraram-se soltos. Não há como dizer que seria igual a (José) Dirceu, (José Carlos) Bumlai. Há outro contexto e já há sentença confirmada.”

As informações são do Jota.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 12 comentários