STF deve julgar, enfim, 1º político investigado pela Lava Jato

A Lava Jato já completou quatro anos, mas o STF deve julgar só neste mês –frisamos o “deve”– o primeiro caso de político investigado pela operação, informa O Globo.

Celso de Mello, revisor dos processos da Lava Jato no Supremo, deve liberar nos próximos dias para julgamento na Segunda Turma o caso do deputado Nelson Meurer, do PP paranaense, acusado de participar do esquema de desvios na Petrobras.

Por sua vez, Edson Fachin, que é presidente da turma e relator da Lava Jato, vai tentar incluir o caso na pauta de julgamentos de abril.

 

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

Ler mais 19 comentários
  1. Se for corrupto ,político ladrão,imoral’ou lavador de dinheiro pode contar com Dom Beiçola ,Tófulo e levandosemprealgumacoisa.
    Dependendo do caso,pode contar com o Alzheimer de Melo.
    Mas antes de tudo, com a competência de todos e com a celeridade da casa.
    Vai ser preso nunca..
    E o pior de tudo que eu pagos meus impostos e nunca sonego.

  2. Sr Gilmar Mendes, deixa de conversa pra boi dormir. Tu não engana ninguém. Fazem 4 anos de blá blá blá e nenhum político vagabundo foi julgado. Se existisse de verdade a República de Curitiba, me mudaria para lá urgentemente. Melhor do que a República dos Corruptos que são defendidos por magistrados sem compromissos com a Lei.