ACESSE

STF investiga Marun por fraudes sindicais

Telegram

Carlos Marun passou a ser formalmente investigado por suspeita de corrupção, lavagem de dinheiro e associação criminosa no âmbito da Operação Registro Espúrio, que constatou fraudes nos registros sindicais no Ministério do Trabalho.

O inquérito sobre o ministro-chefe da Secretaria de Governo de Michel Temer é um dos três que Edson Fachin mandou abrir a pedido da PGR para dar continuidade às investigações.

Além de Marun, cinco deputados e dois senadores são alvos dos inquéritos, registra o Correio Braziliense. Em 27 de agosto, a PGR denunciou 26 pessoas por organização criminosa.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 14 comentários