STF já mandou processos de Dilma e Mantega à Justiça Eleitoral

O Globo lembra que, neste ano, três ações com origem na Lava Jato foram remetidas pelo STF, em decisões de sua Segunda Turma, à Justiça Eleitoral.

Os processos envolvem Dilma Rousseff, Guido Mantega, o presidente da Fiesp, Paulo Skaf, e a Cervejaria Petrópolis.

A decisão mais recente foi tomada na última terça, quando a Segunda Turma decidiu enviar à Justiça Eleitoral do DF os depoimentos de João Santana e Mônica Moura sobre caixa dois nas campanhas de Dilma em 2010 e 2014.

Em todos os casos, Edson Fachin, o relator e presidente da Segunda Turma –que inclui Gilmar Mendes, Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski e Celso de Mello–, foi voto vencido.

Geraldo Alckmin, como se vê, não está sozinho.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

Ler mais 8 comentários
  1. Olhem só a consequência do mal exemplo do Alkmin. Oras, se ele é favorecido por que não os outros? E o Supremo sempre contra a justiça e o povo, a 2ª turma.

    1. Foi bem ao contrario, o mau exemplo dado a Janete é que possibilitou esta manobra pelo Alkimin.
      E como a estoria do HC do Maluf o beneficiário é o Maluf mais o Lula esta doido para tirar aproveito.

  2. NOSSA OS ANTAS PARECEM OS PETRALHAS PERGUNTANDO E O AECIO?? SO PQ UM FOI BENEFICIADO TEM QUE ABRIR A PORTEIRA??E O ALCKMIN SERA JULGADO PELO EX ASSESSOR QUE POR COINCIDENCIA ESTA AGORA NA JUSTICA ESLEITORAL DIOGO MAINARDI GERO AMIGO DO AECIO

  3. A BANDA PODRE DO STF PREPARANDO A IMPUNIDADE DESSA CORJA TODA ATRAVÉS DA PRESIDÊNCIA DO TOFOLLI QUE ASSUME LOGO LOGO A JUSTIÇA ELEITORAL !!!
    CHHHEEEGGGAAA DESSE BANDO PÔHA !!!
    😡😡😡😡😡😡😡