ACESSE

STF pauta julgamento de ações contra a Reforma da Previdência

Telegram

O Supremo Tribunal Federal pautou para o dia 19 o julgamento de cinco ações que discutem o alcance da reforma da Previdência sobre os servidores públicos.

O plenário vai discutir se suspende artigos da reforma que criaram a chamada “alíquota progressiva”: a contribuição previdenciária de servidores públicos pode mudar conforme a faixa salarial.

O relator é o ministro Luís Roberto Barroso, que já negou pedidos de liminar para suspender os efeitos dessa parte da reforma. Agora, o colegiado vai discutir se mantém ou não a decisão de Barroso em vigor.

A discussão será em plenário virtual.

Leia também: STF x Bolsonaro

Comentários

  • BrasilSocialista -

    Quem tem que pagar são os banqueiros, os ruralistas e todo rentista canalh@ passou da hora de taxar dividendos e lucros isso sim tem que acabar.

  • Jorge -

    Há ministros no STF que apoiam corruptos. Há também aqueles que se opõem à modernização do Estado. Assim, é possível que queiram "melar" a reforma da Previdência.

  • 3pinos -

    reforma da previdencia é o seguinte: de um lado todos os que precisam do estado e do outro todos que tem tudo do estado ... é só isso, o resto é cunversa fiadda

Ler 7 comentários