Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

AGU diz que Bolsonaro quer depor presencialmente e julgamento é suspenso

A Corte adiou o julgamento após Bolsonaro se dispor a depor presencialmente
AGU diz que Bolsonaro quer depor presencialmente e julgamento é suspenso
Foto: Nelson JR./STF

A pedido de Alexandre de Moraes, Luiz Fux suspendeu o julgamento que definiria se o presidente Jair Bolsonaro deve prestar depoimento presencial ou por escrito no inquérito que apura se houve interferência na PF. 

O pedido de Moraes dá após solicitação da AGU, que manifestou o interesse do presidente “em prestar depoimento mediante comparecimento pessoal e que possa ser marcado o depoimento. 

“Manifesta, perante esta Suprema Corte, o seu interesse em prestar depoimento em relação aos fatos objeto deste inquérito mediante comparecimento pessoal.” Também solicita somente que comparecimento pessoal, em virtude da agenda, pode ser anteriormente facultado para marcar horário e local.

Bolsonaro pediu para agendar, dia, horário e local da oitiva. O ministro Alexandre vai analisar se o pedido torna sem objeto o julgamento sobre o depoimento.

Clique aqui para ler o pedido de Bolsonaro.

Mais notícias
TOPO