Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

STF também tem culpa, diz ex-ministro Francisco Rezek

Em entrevista à Crusoé, o ex-integrante do Supremo Tribunal Federal afirmou que o recuo de Jair Bolsonaro sobre ataques não é "mudança radical"
STF também tem culpa, diz ex-ministro Francisco Rezek
Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

O ex-ministro do STF Francisco Rezek afirmou, em entrevista à Crusoé, que a Corte contribuiu, de alguma forma, para o cenário de polarização e de ataques ao Poder Judiciário.

Rezek, que presidiu o TSE e foi juiz da Corte Penal Internacional de Haia, mencionou a instauração do inquérito das fake news como uma ideia “infeliz”, que influenciou no processo.

O Supremo não se tornou vulnerável por culpa exclusivamente alheia. Isso seguramente tem a ver com a falta de unanimidade na tomada de decisões. Quando me perguntaram há dois anos sobre a abertura daquele inquérito relativo às fake news, chamado por alguns de inquérito do fim do mundo, eu disse que foi uma ideia infeliz. Mas é muito difícil voltar atrás em certos cenários e níveis de autoridade. E é difícil para o colegiado desautorizar seus dois integrantes.

Segundo o ex-ministro, a carta de recuo de Jair Bolsonaro não representa uma mudança de personalidade, mas é uma sinalização de moderação.

Não é mudança radical. Não se transforma, da noite para o dia, Jair Bolsonaro em Franklin Roosevelt, que também teve um histórico de oposição à Suprema Corte americana, mas administrou isso com sabedoria exemplar. Até mesmo a réplica de Bolsonaro aos seus apoiadores mais fanáticos, que deram um grito de protesto à carta, me pareceu mais equilibrada do que as manifestações anteriores dele.”

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO