STF tem 2 votos para equiparar homofobia a racismo

Na continuação do julgamento para criminalizar a homofobia, o ministro Edson Fachin acaba de dar o segundo voto em favor de equiparar a discriminação contra LGBTs ao racismo.

Na sessão de ontem do STF, Celso de Mello votou da mesma forma.

A lei antirracismo, de 1989, prevê prisão de até 5 anos para atos como deixar de empregar ou promover um pessoa em razão de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional.

A pena é de 3 anos para quem impede acesso a estabelecimentos ou pratica, induz ou incita atos de discriminação.

Bolsonaro Tem Até 29/3 Para Salvar a Sua Aposentadoria. SAIBA MAIS

Temas relacionados:

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

  1. Suricato disse:

    STF está tratorando tudo faz um bom tempo. Quem é acovardado é o senado que não impichou nenhum dele até agora, motivo tem de sobra e tudo na legalidade, não essa tratorada q ficam dando diret

Ler comentários
  1. Luiz disse:

    É surreal, alguém precisa fazer alguma coisa com o STF...

  2. tokosakonalua disse:

    Gostaria de saber. Já recebi ofensas por ter a pele branca. Como sou um ser humano , me lixei.

  3. Renato disse:

    Vai falando enquanto não for crime...rs

  4. Anônimo disse:

    Então se eu colocar um anúncio para contratar uma babá para meus filhos e aparecer um travesti e eu disser a ele que prefiro uma pessoa do sexo feminino para o trabalho vou para a cadeia?

  5. Renato disse:

    No caso de um cliente negro matar um gay pelas madrugadas, como fica?

  6. Cláudio disse:

    STF, até quando irá governar o país?! Bolsonaro, acabe com esse judiciário vendido, impeachment para Gilmar, Lewandowski e Marco Aurelio. Brasil acima de todos.

  7. Carlos disse:

    Esses velhos sinistros pederast@s só julgam em causa própria. PEC da bengala já!

Os comentários para essa notícia foram encerrados.