STJ arquiva inquérito de Pimentel na Acrônimo

Herman Benjamin, do STJ, determinou o arquivamento de um dos inquéritos que investigam Fernando Pimentel na Operação Acrônimo, informa Lauro Jardim.

O inquérito em questão apurava se houve ação do petista, hoje governador de Minas, nos ministérios da Cultura e da Saúde para contratar os serviços da Gráfica e Editora Brasil, de Benedito de Oliveira Neto, o Bené –apontado como seu operador.

Em seu despacho, Benjamin atendeu ao pedido de arquivamento feito pelo MPF e escreveu “inexistirem fatos suficientes para o prosseguimento de persecução penal”.

Mas Pimentel ainda responde a outros inquéritos relativos à operação.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 10 comentários
  1. Ninguém segura a MÁFIA do PODER JUDICIÁRIO no Brasil!
    Nem com fotos, arquivos, extratos, depoimentos… consegue-se prender um bandido nesse país, se ele tiver costas quentes.

  2. É incrível…
    Como tem processos, nos últimos dias, em que o MPF requer o cancelamento…
    Por falta disto e daquilo…
    É incompetência do Estado?
    Caberá ao povo indenizar(Estado)?

  3. As coisas são feitas profissionalmente. O pessoal dos governos e prefeituras ainda não chegaram a esse know-how. Mas a ponta do rabo ainda aparece. Alguém descontente vai entregar.