STJ mantém ação contra Pimentel na Justiça Eleitoral

O STJ manteve na Justiça Eleitoral a ação penal que apura a suposta prática de tráfico de influência, lavagem de dinheiro e falsidade ideológica para fins eleitorais envolvendo o governador de Minas Fernando Pimentel, informa o Jota.

“O Ministério Público Federal (MPF) recorria da decisão da Corte Especial que em junho deste ano declinou a competência para processo e julgamento da integralidade da Ação Penal 865 para a Justiça Eleitoral de Minas Gerais. Os fatos dizem respeito à campanha eleitoral para o governo do estado.”

Para o ministro Herman Benjamin, relator do caso, o juiz eleitoral é quem deve decidir sobre a necessidade ou não de eventual remessa de parte da acusação à Justiça Federal.

O amigo de José Dirceu na corte de Bolsonaro. Saiba mais AQUI

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

  1. Pouco importa para onde o processo se destina. O que importa é se esse elemento vai para a cadeia, juntamente com os cúmplices Carolina Oliveira, Marco Antônio Rezende e o inevitável Paulo Moura.

Ler mais 10 comentários
  1. Pouco importa para onde o processo se destina. O que importa é se esse elemento vai para a cadeia, juntamente com os cúmplices Carolina Oliveira, Marco Antônio Rezende e o inevitável Paulo Moura.

    1. Herman Benjamin não fez qualquer teatro, agiu corretamente. Se você tem alguma evidência do que diz, apresente os fatos. Mas se não tem, pare de acusar irresponsavelmente. Isso é coisa de petista