STJ nega arquivar parte do processo sobre Atibaia que envolve Roberto Teixeira

O ministro Félix Fischer, do STJ, negou pedido do advogado Roberto Teixeira, o compadre de Lula, para arquivar parte da ação penal sobre o sítio de Atibaia, informa O Globo.

Teixeira queria retirar das investigações a parte referente a ele mesmo.

Segundo o MPF, o amigão do presidiário cometeu lavagem de dinheiro por ter ajudado a “mascarar” as obras da Odebrecht no sítio.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 18 comentários
  1. Tic tac, tic tac, tic tac,…… a sua hora está chegando. Relaxa velhaco, o que é seu ninguém quer (um lugar bem juntinho do CAPETA). Vocês são todos iguais, têm medo mais não têm vergonha.

  2. Estendam a investigação, o lula tem sítio há mais de 30 anos na vicinal entre Socorro e Monte Alegre do Sul em nome do Teixeira. Qq sitiante do bairro do Falcão sabe onde é, inclusive funcionár

  3. Estendam a investigação, o lula tem em nome deste sujeito outra propriedade na vicinal entre Socorro e Monte Alegre do Sul há mais de 30 anos. Qq sitiante do Bairro do Falcão conhece o local.

  4. A Dra. Raquel Dodge deveria pedir a suspeisão de Lewandowski, Marco Aurélio, Gilmar Mendes e do safado do Dias Toffoli,antes que eles cometam a maior afronta libertando o Lula ladrão da cadeia.