Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

STJ nega habeas corpus a "faraó dos bitcoins"

O desembargador Jesuíno Rissato alegou que não existe ilegalidade na prisão de Glaidson dos Santos, acusado de comandar esquema bilionário de pirâmide financeira
STJ nega habeas corpus a “faraó dos bitcoins”
Foto: Reprodução/TV Globo

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou um novo pedido de liberdade apresentado pela defesa de Glaidson Acácio dos Santos, conhecido como “faraó dos bitcoins”.

O ex-garçom, dono da GAS Consultoria, foi preso pela Polícia Federal no último dia 25 sob a acusação de comandar um esquema bilionário de pirâmide financeira.

O habeas corpus foi analisado pelo desembargador Jesuíno Rissato, que considerou que o pedido não deve seguir tramitando por entender que não existe ilegalidade na investigação ou na prisão de Glaidson. Na decisão, Jesuíno Rissato mencionou indícios de movimentações financeiras atípicas que chegariam a bilhões, além de valores que estariam sendo remetidos ao exterior. Também citou um potencial risco de fuga dos investigados e a possibilidade de lesão irreversível aos investidores. Esta foi a terceira derrota na Justiça do “faraó dos bitcoins”.

Mais notícias
TOPO