STJ nega liminar para suspender condenação de Eduardo Azeredo

O ministro Jorge Mussi, do STJ, negou pedido de liminar que buscava suspender os efeitos da condenação a 20 anos e dez meses imposta pelo TJ de Minas Gerais ao ex-governador tucano Eduardo Azeredo.

Ele foi condenado pelos crimes de peculato e lavagem de dinheiro no esquema conhecido como ‘Mensalão Tucano’.

 

Azeredo ainda está livre.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 14 comentários
  1. Este é outro que passado pousava de BOM MOÇO, vocês precisavam OUVIR as declarações DO SAFADO.. sempre consensuais era um cara hiper do PSDB! É IGUAL AO ALQUIMIN!
    CUIDADO LAVA JATO DE SÃO PAULO, ESTAMOS DE OLHOS ABERTOS! VOCÊS NUNCA PRENDERAM NINGUÉM! CUIDADO E MUITO CUIDADO COM ESTE INQUÉRITO DO ALQUIMIN….LEMBRE-SE QUE A EQUIPE DA LAVA JATO EM CURITIBA É UM ORGULHO NACIONAL! ALÉM DO MAIS, A NOSSA MARAVILHOSA PROCURADORA GERAL DA REPUBLICA NÃO ESTA POUPANDO NINGUÉM, TODO O MPF ESTA DE OLHOS ABERTOS NOS RESULTADOS DESTA EQUIPE AI EM SÃO PAULO, SE FIZEREM CORPO MOLE, LOGO, LOGO DESCOBRIREMOS AI MEUS VELHOS AMIGOS, AS VOSSAS CARREIRAS PROFISSIONAIS ESTARÃO BASTANTE COMPROMETIDAS, SABEREMOS DE TODOS OS NOMES DA EQUIPE SÓ DAR-LHES GRANDE APOIOS E INCENTIVOS MORAIS! ENTENDERAM!