STJ nega suspender condenação de Garotinho

O ministro Gurgel de Faria, do STJ, negou um pedido de Anthony Garotinho para suspender condenação que sofreu por improbidade administrativa, registra o G1.

A condenação, imposta em maio pelo TJ-RJ, foi o principal motivo que levou o TSE a rejeitar, hoje de manhã, a candidatura do ex-governador do Rio nas eleições deste ano.

Garotinho foi condenado em segunda instância por causa de desvios de R$ 234,4 milhões do estado do Rio, em 2005 e 2006, quando ele era secretário de governo de sua mulher, Rosinha.

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Ler mais 16 comentários
  1. Fecha TSE ,fecha todos TRE, são cabides de vagabundos funcionários garantidos com aposentadoria milionária e sem produzir um só ato no tempo certo. Garotinho vai parar na urna, isto é crime de re