STJ restringe foro privilegiado de governadores

Telegram

A Corte Especial do STJ, composta pelos 15 ministros mais antigos, decidiu hoje que casos que envolvam governadores devem descer à primeira instância quando o crime tiver ocorrido fora do exercício do cargo, informa a Coluna do Estadão.

O tribunal seguiu o entendimento do STF, que suspendeu o foro privilegiado dos parlamentares federais nos casos de crimes cometidos fora do mandato e não relacionados a ele.

Comentários

  • Flávia -

    Os clas políticos, pelo menos na província do feudo onde eu moro, continuam indicando desembargadores e capatazes do ministério público. Presidentes da AL viram cargos vitalícios. A coisa toda é podre.

  • carlos -

    Continua a mesma safadeza. Nada mudou.

  • analu -

    E o Pilantrel? Vai descer?

Ler 4 comentários