STJ salva clã Bolsonaro

STJ salva clã Bolsonaro
Foto: Roberto Jayme/Ascom/TSE

O STJ não vai salvar apenas Flávio Bolsonaro.

A nulidade do processo da rachadinha, decidida por João Otávio de Noronha, vai favorecer também outros parentes de Jair Bolsonaro.

Como diz o Estadão, “a nora Fernanda Antunes Figueira Bolsonaro (mãe de duas netas do presidente) e a ex-mulher Ana Cristina Siqueira Valle (mãe do filho Renan Bolsonaro) são investigadas. A primeira-dama, Michelle Bolsonaro, teve o nome envolvido nas investigações. A atual mulher não foi alvo do inquérito do Ministério Público, mas a quebra de sigilo bancário dos investigados revelou depósitos em sua conta – no valor total de R$ 89 mil – vinculados a Fabrício Queiroz”.

Leia mais: Assine a Crusoé e apoie a o jornalismo independente.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO