Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Subnotificação de casos de Covid oculta até 30% das mortes, diz estudo

Subnotificação de casos de Covid oculta até 30% das mortes, diz estudo
Foto: Mateus Pereira/GOVBA

A subnotificação dos casos graves da Covid e das mortes em decorrência da doença está ocultando até 30% dos óbitos que não constam nos relatórios oficiais.

É o que aponta um estudo da iniciativa Vital Strategies, com base no Sivep-Gripe, principal banco de dados nacional de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG).

Com essa lógica, o Brasil já estaria com mais de 530 mil mortes.

A pesquisa procurou casos e mortes relacionados à síndrome desde o começo da pandemia que aparecem nas estatísticas oficiais como “etiologia não especificada ou sem classificação final para Covid”, quando não há identificação do agente causador da doença.

Até o último dia 19 de abril, foi registrado um aumento de 57,4% para os casos graves de SRAG. O número saltou de 1.098.254 para 1.728.955.

Em relação aos óbitos, a alta foi de 29,9%, passando de 356.536 para 462.973.

Leia mais: Em pouco mais de um mês no STF, o ministro Kassio Marques se alinha à ala anti-Lava Jato.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO