Suíça quer colaborar com Raquel Dodge, mas…

Jamil Chade, no Estadão, noticia que o Ministério Público da Suíça quer cooperar com o trabalho de Raquel Dodge.

“O Escritório do Procurador-Geral da Suíça tomou nota do anúncio da procuradora-geral designada e está convencido de que a boa cooperação com as autoridades brasileiras pode ser continuada”, disse o MP suíço.

Depois de 15 meses da criação de uma força-tarefa conjunta para acelerar as investigações de casos de corrupção na Lava Jato, a iniciativa costurada entre os dois países permanece bloqueada no Ministério da Justiça no Brasil.

Faça o primeiro comentário