ACESSE

"Super Moro" e o imaginário popular

Telegram

Merval Pereira, em O Globo, faz uma boa análise sobre o capital político de Sergio Moro, que continua elevado mesmo após os ataques hackers e as mensagens roubadas da Lava Jato.

Merval afirma que “Moro colhe bons frutos do trabalho da Polícia Federal, que encontrou os hackers que invadiram mil telefones de autoridades, e conseguiu recuperar, nos seis primeiros meses deste ano, mais dinheiro de corrupção e lavagem do que em todo o ano passado”.

“Prova de que o trabalho anti-crime do ministro está tendo resultado neste momento, e que o combate ao crime organizado se dá em várias frentes, e não apenas na Lava-Jato. Desde que foi escolhido para o Ministério da Justiça, Sérgio Moro anunciou que teria como foco principal o combate ao crime de lavagem de dinheiro, com o objetivo de asfixiar as organizações criminosas”, continua Merval.

O colunista aponta qual é o caminho para o ministro da Justiça e da Segurança Pública:

“Moro, que já deu provas de flexibilidade ao lidar com temas delicados como porte de armas, só tem uma saída: tornar-se cada vez mais o super Moro, indispensável no imaginário popular.”

ATAQUE À LAVA JATO, ATENTADO À LIBERDADE DE IMPRENSA... ATÉ ONDE O HACKER FOI? Saiba mais

Comentários

  • Ana -

    Realmente, quando o caráter que deveria ser regra virá exceção nascem os heróis. E heróis são aqueles que pela sua força transformam. Mito é outra história.

  • Maria -

    O trabalho dele não tem nada de imaginário, nossa admiração é pelos fatos, bem reais, claros e limpos

  • ELIZABETH -

    Mas ele já é o SUPER MORO!

Ler 99 comentários