SUPERINTENDENTE DO BNDES É ALVO DE BLOQUEIO DE BENS

A juíza Neusa Larsen determinou ontem o bloqueio de bens num total de R$ 1 bilhão, além da quebra de sigilo fiscal, de Sérgio Cabral, de seu ex-secretário da Fazenda Júlio Bueno e da companhia Michelin.

Também foi alvo da medida Maurício Elias Chacur, que presidia a Agência de Fomento do Rio no governo Cabral. Ocorre que Chacur é hoje superintendente da Área de Gestão de Riscos do BNDES, nomeado por Maria Silvia.

Faça o primeiro comentário