Supremo de si próprio

O Antagonista já descobriu por que Marco Aurélio é sempre do contra. Ele usa depois os seus votos vencidos como jurisprudência própria para fundamentar decisões monocráticas.

Foi assim que ele fez para liberar os bens da OAS, da Odebrecht e de seus executivos.

Faça o primeiro comentário