Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Supremo decidirá como Bolsonaro deve prestar depoimento à PF

Plenário retoma hoje discussão sobre depoimento presencial ou por escrito, no inquérito que apura interferência do presidente na Polícia Federal
Supremo decidirá como Bolsonaro deve prestar depoimento à PF
Foto: Adriano Machado/Crusoé

O plenário do Supremo decide hoje se Jair Bolsonaro prestará depoimento presencial ou por escrito, no inquérito que apura interferência do presidente na Polícia Federal. O caso ficou parado desde a aposentadoria de Celso de Mello, que, como relator, manifestou-se contra o privilégio.

A investigação começou após denúncia de Sergio Moro, que, alegando pressão de Bolsonaro para trocar o diretor-geral da PF e nomear o superintendente do Rio, acabou deixando o Ministério da Justiça e Segurança Pública.

Em dezembro de 2020, Alexandre de Moraes, atual relator do inquérito, remeteu o caso ao plenário após Bolsonaro declarar, por meio da Advocacia-Geral da União (AGU), que não iria prestar depoimento.

Para o ministro, o presidente não pode deixar de responder às perguntas do interrogatório policial, mesmo que opte por permanecer em silêncio. No dia 7 de setembro, antes do arrego negociado por Michel Temer, Bolsonaro incentivou em discurso o descumprimento de decisões judiciais.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO