ACESSE

Supremo julga decreto das armas no dia 26

Telegram

Dias Toffoli marcou para quarta-feira que vem, dia 26, o julgamento de cinco ações que questionam o decreto de Jair Bolsonaro que ampliou o porte de armas.

As ações foram apresentadas por PSOL, PSB e Rede e têm como relatores Rosa Weber e Edson Fachin. A sessão extraordinária está marcada para as 9h30.

"Nem oito, nem oitenta": leia artigo de Ana Paula Henkel sobre o embate entre Bolsonaro e a oposição. Leia mais

Comentários

  • Victor -

    Ou seja: bora lá legislar de novo

  • Ricardão -

    babacão.. Lula tá preso porque é bandido e vai continuar lá.. vai lá soltar pessoalmente se é tão macho assim.. kkkkk

  • Sérgio -

    Hora de extirpar essa ilegalidade

Ler 42 comentários