Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Supremo barra redução de jornada e salário de servidores

Supremo barra redução de jornada e salário de servidores
Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

O STF decidiu derrubar, de forma definitiva, uma regra da Lei de Responsabilidade Fiscal que possibilitava a redução da jornada e do salário de servidores para equilibrar as contas públicas.

A regra já estava suspensa desde 2002 pelo tribunal, mas foi hoje declarada inconstitucional pelo plenário. Fica proibido também reduzir valores de cargos, mesmo que não estejam preenchidos.

A regra da LRF, aprovada em 2000, previa esses mecanismos quando a despesa com pessoal estourasse o teto de 60% da receita de órgãos públicos.

Votaram para derrubar a norma os ministros Edson Fachin, Ricardo Lewandowski, Luiz Fux, Marco Aurélio Mello, Cármen Lúcia, Rosa Weber e Celso de Mello.

Pela sua constitucionalidade votaram Alexandre de Moraes, Luís Roberto Barroso, Gilmar Mendes e Dias Toffoli.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO