Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Suspeitas de corrupção no Dnit seguem no governo Bolsonaro

O caso mais recente veio à tona por meio da Operação Daia, deflagrada na última terça-feira pela Polícia Federal
Suspeitas de corrupção no Dnit seguem no governo Bolsonaro
Foto: Alan Santos/PR

Sob o governo Jair Bolsonaro, o Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura Terrestre) continua enredado em investigações que envolvem suspeitas de pagamento de propina e de superfaturamento de obras, diz a Crusoé.

O caso mais recente, como noticiado pela revista, veio à tona por meio da Operação Daia, deflagrada na última terça-feira pela Polícia Federal para apurar a atuação de lobistas e funcionários que favoreciam uma empresa dentro do órgão.

Nomeado por Bolsonaro e Tarcísio Freitas, Marcelo Almeida Pinheiro Chagas, que ocupava o cargo de diretor da área de Infraestrutura Ferroviária do Dnit, é apontado pela PF como destinatário de propina para favorecer uma empresa na negociação de um terreno da União.

Leia aqui a íntegra. Assine a Crusoé e apoie o jornalismo independente.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO